Pilotos de YSFLIGHT

Pilotos Brasileiros Também são Importântes no desenvolvimento de YSFLIGHT

Notícias
Atenção!

Aqui estarão todas as príncipais notícias do fórum, sobre o novo sistema da Comissão Regulamentadora Estrutural de Controle de Tráfego Aéreo [CRETA]


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

VOLTA AS CONEXÕES E ESCALAS EM CONGONHAS

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

O Ministro da Defesa, Nelson JobimJOBIM , anunciou nesta segunda-feira novas regras para pousos e decolagens no aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo. Uma resolução do Conac (Conselho de Aviação Civil), publicada hoje no "Diário Oficial" da União, determina que a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) regulamente a retomada de vôos regulares com escalas e conexões em Congonhas, mantido o limite de 30 operações por hora.

Desde o mês de outubro a nova malha aérea restringiu os vôos em Congonhas --vôos com raio superior a 1.000 km foram proibidos, além de conexões ou escalas.

De acordo com o anúncio de Jobim, as operações de vôos charter --fretados-- também serão autorizadas aos sábados, entre 14h e 22h45, e aos domingos entre 6h e 14h.

"Estamos flexibilizando as operações em Congonhas sem mexer nos níveis de capacidade do aeroporto. A segurança continua intocável", disse Jobim.

A Anac, segundo a resolução, deverá fixar padrões de segurança e limites de capacidade operacional para pousos e decolagens. As novas regras devem entrar em vigor a partir de 16 de março.

Cumbica

O ministro da Defesa descartou a construção da terceira pista do aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (Grande São Paulo), destacando a "inviabilidade técnica" da obra ao norte do aeroporto, por causa da proximidade com a serra da Cantareira, a dificuldade para remanejar os moradores e o custo, estimado em R$ 750 milhões.

A possibilidade de uma nova pista ao sul do aeroporto também foi descartada, pelo custo de R$ 3 bilhões para as obras de nivelamento do terreno. Com isso, segundo Jobim, o governo vai investir na construção de um terceiro aeroporto em São Paulo, o que levará ao menos cinco anos.

Portanto, no curto prazo, o governo pretende "otimizar" a capacidade de Guarulhos.

"A alternativa que vamos implementar é otimizar a capacidade do aeroporto, com a reconfiguração do pátio das aeronaves e do terminal. É uma questão de mexer no layout", afirmou Jobim.

Novos pátios para aeronaves serão construídos, acrescentou o ministro, o que permitirá um ganho de 17 posições de estacionamento de aviões na área onde serão construídos os terminais 3 e 4 do aeroporto. Além disso, serão criadas "saídas rápidas" para as aeronaves que chegam em Guarulhos.

Com as obras, Jobim prevê que subirá de 45 para 54 o número de operações por hora em Guarulhos. Com a construção dos terminais, o volume de passageiros pode subir em mais 12 milhões por ano, elevando a capacidade do terminal para 29 milhões de passageiros.

Os editais para as obras serão feitos até junho. As obras do terminal 3 de Guarulhos, contudo, já consta no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

Viracopos

No Aeroporto Internacional de Viracopos , Jobim anunciou obras para expansão do terminal de passageiros e para construção de novos pátios e pista, e melhorias no acesso ao aeroporto.


A volta de escalas e conexões em CGH : No
Reformas da infraestrutura de VCP: Very Happy

Ver perfil do usuário http://forumbrasilnoar.forumeiros.com/index.htm

Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum